Audiência pública debate municipalização do complexo esportivo do Sesi em Blumenau

Facebook
Twitter
Pinterest

Atendendo proposição do deputado Ivan Naatz (PL), a Comissão de Finanças e Tributação da Assembleia Legislativa realiza audiência pública em Blumenau, nesta terça-feira 13),  para debater o repasse do complexo esportivo do Sesi para a administração do município. A audiência inicia a partir das 19 horas na Sociedade Cultural Fortaleza Tribess, no Bairro Fortaleza, e estará  aberta à participação de toda a comunidade.

Segundo Ivan  Naatz, o objetivo é detalhar a atual situação do processo de municipalização do complexo e ampliar o debate com as autoridades municipais, empresários e lideranças comunitárias sobre medidas e alternativas necessárias para que seja efetivado. “De nossa parte, procuramos assegurar recursos da ordem de R$ 30 milhões ao município via emenda ao orçamento do governo estadual para compra da estrutura, no ano passado. A emenda foi vetada pelo governo anterior, mas junto com  bancada do município e do Vale Europeu na Alesc já conseguimos apoio para derrubada deste veto na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Alesc, e agora continuaremos essa mobilização para a votação final em plenário”, destaca o parlamentar.

Ivan Naatz entende ainda que com a gestão municipal do espaço, Blumenau tem um amplo potencial que pode desenvolver na área de eventos gerais e turísticos, além da área esportiva em que o município já é destaque na geração e formação de novos talentos, bem como ampliar espaços de lazer e educação desportiva para a comunidade.

Desde julho do ano passado, o  Conselho Nacional do Sesi autorizou a venda do complexo esportivo em Blumenau à prefeitura municipal. O valor da transação, à época , foi definido em  R$ 31,3 milhões, e que fariam parte de um pacote de investimentos de R$ 90 milhões previstos pela Federação da Indústria do Estado de Santa Catarina (Fiesc) nas estruturas do Sesi e do Senai instaladas no município. O terreno, localizado na rua Itajaí, no bairro Vorstadt, tem mais de 206,5 mil metros quadrados e foi doado ao Sesi na década de 1970, com cláusula de reversão do imóvel, que agora estaria sendo aplicada.

 

Comunicação Gabinete

Gostaria de Receber conteúdos exclusivOs?

*Sempre que sair conteúdo novo, será notificado