Audiência pública em Blumenau debate suspensão de torneios e exposições de pássaros em SC

Facebook
Twitter
Pinterest

Criadores já são cerca 28 mil no Estado , envolvendo mais de 230 mil aves

A  Comissão de Agricultura e Política Rural da Assembleia Legislativa, por proposição do deputado Ivan Naatz (PL), realizará audiência pública nesta segunda-feira (25), em Blumenau, para debater a situação normativa legal que determinou a suspensão dos torneios de canto e exposições de criadores de pássaros em Santa Catarina. A audiência acontecerá a partir das 19 horas, na Associação Blumenauense dos Criadores e Mantenedores de Pássaros Silvestres, e deverá contar com autoridades ambientais e representantes de entidades do gênero de todo o Estado.

Desde o mês de março último, tanto uma portaria nacional do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, quanto uma portaria da Secretaria de Estado da Agricultura e o Instituto do Meio Ambiente (IMA), suspenderam  todos os torneios de canto e exposições de pássaros, assim como a participação de aves em exposições agropecuárias. A medida se aplicaria a todo território nacional e catarinense no período de 90 dias como parte da prevenção contra a doença Influenza Aviária, após a notificação de casos em oito países.

O problema é que passados quase sete meses ainda pairam muitas dúvidas sobre a prorrogação, liberação ou suspensão da medida entre os criadores de pássaros do Estado, que já são cerca de 28 mil cadastrados no Instituto do Meio Ambiente (IMA), sendo mais de 5 mil só na região de Blumenau, envolvendo ao todo mais de 230 mil aves, segundo reivindicações da categoria que chegaram ao deputado Ivan Naatz. “O objetivo é buscar esclarecimentos e ampliar o debate sobre a atual realidade do setor e as medidas sanitárias de proteção interna adotadas pelos próprios criadores, já que eles estão sendo prejudicados em suas atividades como o impedimento de documentação e transferência das aves”, afirma o parlamentar.

O presidente da Federação Ornitológica do Estado de Santa Catarina (Foesc),  Felipe Neves Linhares, já confirmou participação, assim como o deputado federal Darci de Mattos (PSD/SC), que defende a causa na Câmara dos Deputados e foi autor, quando deputado estadual, da lei que instituiu a política de gestão de pássaros nativos da fauna brasileira e exótica no âmbito de Santa Catarina. Também está prevista a participação de outras lideranças políticas estaduais e representantes de dezenas de associações de criadores de pássaros de todas as regiões do estado.

 

Comunicação Gabinete 

Gostaria de Receber conteúdos exclusivOs?

*Sempre que sair conteúdo novo, será notificado