Naatz defende fiscalização rigorosa da aplicação dos recursos estaduais em BRs

Facebook
Twitter
Pinterest

Mesmo votando favorável aos dois projetos de lei do executivo que autorizam o repasse de R$ 350 milhões de recursos estaduais para obras em rodovias federais , nesta quarta-feira ( 7) , na Alesc,  o deputado Ivan Naatz (PL) criticou e fez observações ao uso de dinheiro catarinense em obras de responsabilidade do governo federal. “É melhor assegurar recursos do que atrasar obras vitais para a economia da região do Vale do Itajaí como a conclusão da duplicação da BR-470, mas é preciso fiscalização rigorosa para que os recursos sejam devidamente aplicados “, observou.

Ivan Naatz declarou que os deputados “passariam vergonha” caso os recursos não sejam efetivamente na agilização das obras rodoviárias. Ele citou várias rodovias estaduais que necessitam de melhorias e estão sem projetos de recuperação ou atrasados há muitos anos , como o caso da SC – 477, no trecho do  Planalto Norte, e a SC – 414, entre Luiz Alves, Massaranduba e Blumenau , no Médio Vale do Itajai, entre outras.

“Não é um dia para se comemorar, é um dia triste, pois vamos pegar dinheiro de Santa Catarina e colocar numa obra federal”, ressaltou. “Nos tratam com estado rico, que não precisa de dinheiro da União e há um injusto retorno dos mais de R$ 40 bilhões arrecadados e m tributos e enviados anualmente para Brasília. O parlamentar também lamentou que o Aeroporto de Navegantes tenha sido prejudicado no processo de concessão em leilão finalizado nesta quarta-feira pelo governo federal e que deixou de fora do edital a obrigatoriedade de construção de uma nova pista de cargas, “o que pode engessar o crescimento do terminal nos próximos anos. “

Gostaria de Receber conteúdos exclusivOs?

*Sempre que sair conteúdo novo, será notificado