Projeto de Naatz incentiva recifes artificiais e turismo de mergulho em SC

Facebook
Twitter
Pinterest

O presidente da Comissão de Turismo e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa, Ivan Naatz (PL),  cumpriu agenda de trabalho em Salvador, nesta semana, onde teve reunião com o secretário de  Estado de Turismo da Bahia, Fausto Franco. Tratou de subsídios para seu projeto de lei de incentivo e regulamentação da implantação dos recifes artificiais em Santa Catarina, que tem o apoio e parceria da Santur  como forma de ampliar também o turismo naútico e de mergulho de observação, aliado à sustentabilidade da fauna marinha.

Segundo Naatz, a capital baiana já se tornou referência atualmente na implantação de recifes artificiais por meio dos chamados naufrágios controlados na Baía de Todos os Santos, que além de ajudarem na conservação da biodiversidade marinha e recuperação de habitats, propiciam a formação destes recifes e geram impactos relevantes nas atividades turísticas, com o desenvolvimento do turismo ecológico subaquático, de pesca esportiva e também estudos científicos.

Em Santa Catarina, o projeto, com base em subsídios também da Capitania dos Portos,  já identificou a possibilidade da criação de cinco pontos para instalação destes recifes artificiais no litoral, três entre Porto Belo e Bombinhas, um em Penha e outro em Itajaí, com investimentos previstos da ordem de R$ 4 milhões com aquisição de equipamentos, via Santur. Ivan Naatz disse que a Comissão de Turismo e Meio Ambiente da Alesc também já aprovou a realização de audiência pública virtual, que  será realizada a partir de  Florianópolis para debater o tema, em data a ser marcada.

Gostaria de Receber conteúdos exclusivOs?

*Sempre que sair conteúdo novo, será notificado