Proposta de mudança do hino de SC ganha apoio parlamentar e cultural

Facebook
Twitter
Pinterest

O deputado Ivan  Naatz (PL) anunciou em plenário, nesta semana, que já protocolou projeto de lei na Assembleia Legislativa retomando  uma proposta e debate que já foi objeto de discussões na década passada na Alesc e nos meios culturais e históricos do Estado: a escolha de um novo hino oficial para Santa Catarina por meio de concurso público.

O parlamentar disse que durante a tramitação do projeto ,também pretende  a realização de uma audiência pública para debater a realização do concurso que deverá abordar obrigatoriamente na letra do novo hino temas como o potencial histórico, econômico e cultural do Estado, além da geografia e as belezas naturais, entre outros temas nativos.

Ivan Naatz  justificou que apesar de ser considerado um símbolo do Estado, o  atual hino foi escrito num determinado momento histórico e político do país, no século 19, e que em nada retrata os valores e potencial catarinense, além de nunca ter sido motivador do civismo e caído no gosto e na memória popular.  “É notório que a  grande maioria dos catarinenses não se sentem representados pelo hino e consequentemente não tem a letra na memória, o que pode ser verificado nos diversos  eventos públicos em que é obrigatória a sua execução”, acrescentou.

Ainda em plenário , Naatz recebeu a manifestação de apoio dos colegas  deputados Antidio Lunelli (MDB), repórter Sérgio Guimarãens (União) e Emerson Stein (MDB), que concordaram com a necessidade de ampliar o debate em torno de buscar maior popularidade para o hino oficial de Santa Catarina. Também durante a reunião desta semana da Comissão de Educação, Cultura e Desporto da Alesc, da qual faz parte, o deputado Ivan Naatz antecipou a proposta de alteração do hino e pediu apoio do colegiado.

Pluralidade
“Não será uma tarefa fácil. Tem uma série de protocolos que vão precisar ser seguidos, mas nós vamos iniciar esse debate com a sociedade catarinense e a comissão vai ser muito importante nesse passo, de ajudar a construir essa nova história para o nosso estado”, disse. A presidente da Comissão, deputada Luciane Carminatti (PT) hipotecou apoio inicial “desde que a nova composição contemple, de fato, a pluralidade dos segmentos sociais, culturais e históricos de Santa Catarina”, segundo comentou.

Ao participar de um debate sobre o tema promovido na quinta-feira última (9) pela emissora de rádio CBN -Florianopolis, o deputado Ivan Naatz também recebeu o apoio para debater a iniciativa por parte dos músicos André Felipe Carpes, organista da Catedral Metropolitana da Capital, e de Luiz Zago, pianista, compositor e diretor musical integrante  da Academia Catarinense de Letras e Artes. Eles deverão fazer parte da Comissão Especial que será formada e entendem que há necessidade de atualização, ao menos, da letra do hino para ter caráter motivador, cívico e cultural do Estado.

Histórico
O hino do estado de Santa Catarina foi introduzido em 1892 e sancionado por lei estadual em 6 de setembro de 1895 durante o governo de Hercílio Luz. Tem letra de Horácio Nunes Pires e música de José Brazilício de Souza. Sua letra apresenta um aspecto geral abolicionista , e talvez por isso seja considerado pouco representativa das características que marcam a história do estado . Entre 2010 e 2011, um projeto do então deputado Gilmar Knaesel (PSDB) propõs iniciativa semelhante e com  a formação de uma comissão interna de debates, mas acabou não indo adiante.

 

Gostaria de Receber conteúdos exclusivOs?

*Sempre que sair conteúdo novo, será notificado