Comissão pede revisão na concessão do Aeroporto de Navegantes

Facebook
Twitter
Pinterest

A comissão de Turismo e Meio Ambiente da Alesc,  aprovou na reunião ordinária  desta terça-feira ( 22)  requerimento de autoria do presidente do colegiado, deputado Ivan Naatz (PL) a ser encaminhado à coordenação do  Fórum Parlamentar Catarinense – para que interceda à Infraero e à Secretaria Nacional de Aviação Civil pela revisão das exigências do edital de concessão do aeroporto Ministro Victor Konder, em Navegantes.

A Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí (Amfri)  e outras entidades representativas da região consideram  que as exigências do edital, que prevê concessão do aeroporto por 35 anos, estão muito aquém das necessidades do terminal para fortalecimento da logística econômica e do turismo da região, inclusive o tímido projeto de aumento da pista  em apenas 50 metros. quando o ideal esperado e desejado seria uma nova pista, com média de 2,3 mil metros.

A Amfri sugere, por exemplo, que seja exigida a construção de uma nova pista, a ser destinada para transporte de carga. “A pequena extensão da nova pista estaria na contramão do objetivo principal desejado que é justamente oferecer melhor infraestrutura para o turismo e a economia regional, já que o aeroporto tem localização e posição econômica estratégica”, assinalou Ivan Naatz.  Além disso, acrescentou que o atual edital alterou um projeto de ampliação do aeroporto que já tem mais de 20 anos, e 70% da área desapropriada pelo governo federal. A proposta original incluía um novo terminal de passageiros, no lado oposto ao atual, e R$ 140 milhões para finalizar as desapropriações, o que não foi mantido.

Gostaria de Receber conteúdos exclusivOs?

*Sempre que sair conteúdo novo, será notificado