Reforma da Previdência : Naatz alerta para preservação de direitos

Facebook
Twitter
Pinterest

Durante roteiro pelo Sul do Estado no último final de semana, quando palestrou sobre turismo regional e tratou de questões ambientais, o deputado Ivan Naatz (PL) também falou sobre o projeto de reforma da previdência estadual , que chega  nesta semana na Assembléia Legislativa, enviado pelo governo do Estado.

“Qualquer proposta de reforma da Previdência dos servidores do Estado só poderá ser aplicada àqueles que tomaram posse no serviço público a partir de 2016. Não se pode mudar a regra no meio do jogo”, afirmou, referindo-se à chamada minireforma estadual no setor aprovada na Alesc ao final de 2015, quando aumentaram as alíquotas de contribuição tanto de servidores como do governo e se criou um fundo financeiro previdenciário único, “valendo para os servidores públicos futuros.”

Ivan Naatz disse que a proposta será analisada com muito cuidado e atenção pela bancada do PL , do qual é o líder, no sentido de que não afete retirada ou restrição de direitos adquiridos dos servidores. Segundo ele, uma das preocupações iniciais é com a proposta de aumento na idade mínima para aposentadoria voluntária dos servidores, que passará para 60 anos para mulheres e 65 anos para os homens. Naatz observa que é preciso ficar claro as exceções e ajustes que devem  ocorrer, por exemplo, no caso da categoria dos  professores e policiais civis , “já que profissionais mais velhos terão dificuldade para lidar com crianças e enfrentar a criminalidade”, respectivamente.

Gostaria de Receber conteúdos exclusivOs?

*Sempre que sair conteúdo novo, será notificado